Sobre nós

Empresa familiar que teve um momento áureo de negócio e comunitário na primeira metade do sec. XX pelo descendente que dá nome à sociedade, Alberto Manso.

Bisneto de Sância Manso e filho do Visconde de Valpereiro, José Manuel Cordeiro Manso, Alberto Manso desenvolveu no início desse século uma empresa agrícola que marcava o ritmo das pequenas culturas familiares da região e que se centra, até aos dias de hoje, na produção de um dos mais prestigiados azeiteis nacionais.

Localizada nas acidentadas faldas da serra de Bornes, bem no interior da região de Trás-os-Montes, com solos de origem xistosa e clima sub mediterrânico a continental, com precipitação de chuvas reduzidas de inverno e primavera, é caracterizada por uma paisagem de bosques de montado de sobreiros e de azinheiras, em que aparecem os zimbros e medronheiros, de olivais, bem como de lameiros tradicionais nos vales apertados de águas temporárias e com regime torrencial.

Apesar de gerações caracterizadas por numerosa descendência, em que nelas todas houve licenciados, religiosos, militares, políticos, e sempre agricultores, sempre se conservou a unidade e consequente dimensão económica da exploração como forma de prestigiar o legado de Alberto Manso.

Actualmente, com uso de novas técnicas culturais de olival, amendoal, figueiras, nogueiras, sobreiros, cortiça, etc., o posicionamento da sociedade mostra um músculo invejável e promissor na produção e oferta de produtos de elevadíssima qualidade.

Como resultado desta estratégia de continuidade da visão de Alberto Manso, entenderam os seus descendentes criar a sociedade agrícola, Sociedade Agrícola Alberto Manso Lda, com o desenvolvimento da marca Casa de Valpereiro.

O resultado não poderia ser mais feliz onde o resultado da estratégia reflecte-se numa gama diversificada de produtos de elevada qualidade sensorial em particular num azeite virgem extra, biológico, DOP-Azeite de Trás-os-Montes, muitas vezes medalhado em vários concursos de nacionais e internacionais.

 Os nossos produtos têm o privilégio de transportar o nome da sua terra, Valpereiro, uma aldeia transmontana, de gentes generosas, abertas em receber e partilhar o que têm com quem as visita.

Empresa familiar que teve um momento áureo de negócio e comunitário na primeira metade do sec. XX pelo descendente que dá nome à sociedade, Alberto Manso. Bisneto de Sância Manso e filho do Visconde de Valpereiro, José Manuel Cordeiro Manso, Alberto Manso